quarta-feira, 19 de abril de 2017

ás 10:18:00, postado por Glaucione Farias   Comentários
 henrique bola da vez
O jornal O Estado de São Paulo revela hoje, na sua edição, trechos da parte “secreta” da delação da Odebrecht. As novas informações envolvem o ex-presidente Lula e os ex-deputados Henrique Alves e Eduardo Cunha.

No caso de Alves, segundo reportagem do jornal O Estado de São Paulo, entre os fatos relatados está o pagamento de R$ 2 milhões para o ex-ministro Henrique Eduardo Alves (PMDB) na campanha eleitoral para o governo do Rio Grande do Norte em 2014, na qual, segundo os delatores, o próprio candidato e o ex-deputado Eduardo Cunha teriam pedido o dinheiro. Na petição, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, informou que já existe uma investigação prévia sobre o tema na Procuradoria da República do Rio Grande do Norte, e, com base nesse posicionamento, o ministro Fachin autorizou a remessa para o Estado.

O Estado teve acesso com exclusividade às petições, que têm como base as delações de executivos e ex-executivos da Odebrecht, mas tratam de fatos ainda não divulgados. Estes casos permanecem em sigilo porque a procuradoria entende que a sua divulgação pode prejudicar as investigações.

Há relatos de pagamentos de vantagens indevidas em nove campanhas eleitorais, num total de R$ 17,43 milhões – parte do valor foi pago em dólar.

Robson Pires

0 comentários: